Arquivo de Notícias

Jundiaí valoriza ecologia em calendário com pássaros do Parque da Cidade

O príncipe é um dos pássaros presentes no calendário DAE 2015

O príncipe é um dos pássaros presentes no calendário DAE 2015

Uma seleção de doze espécies de aves está registrada no calendário 2015 da DAE Jundiaí com o tema “Pássaros do Parque da Cidade”. A iniciativa é parte dos esforços da Prefeitura de Jundiaí para cuidar da cidade, mas destaca-se pela originalidade e pela conscientização ambiental.  “Essa iniciativa é parte de um esforço de todo o governo para valorizar o meio ambiente, parte fundamental do cuidado com as pessoas”, afirma o prefeito Pedro Bigardi.
As imagens foram realizadas no próprio Parque pelo ecólogo Renan Augusto Bonança, primeiro entre 2008 e 2009 no Parque da Cidade, no Jardim Botânico e no Parque do Corrupira e posteriormente incluindo também o Parque do Tulipas em seu mestrado em ecologia na Universidade Estadual Paulista (Unesp), entre 2012 e 2014.
Com visitas praticamente antes do amanhecer, o resultado de quase 100 horas de trabalho de observação foram 7.724 contatos diretos. A maioria (2.962) ocorreu no Parque da Cidade e identificaram-se 99 espécies de 40 “famílias” diferentes no local, que foi o ponto de maior variedade ornitológica.
No trabalho original, ficou em seguida o Parque do Corrupira com 1.514 contatos de 89 espécies identificadas, o Parque do Tulipas com 1.840 contatos de 73 espécies identificadas e o Jardim Botânico com 1.408 contatos de 70 espécies identificadas.
Segundo observa o diretor presidente da DAE, Jamil Yatim, todas as imagens de pássaros foram acompanhadas por mensagens de conscientização ambiental. “Este calendário é mais uma ação da DAE Jundiaí para incentivar o uso racional da água”, explica

As espécies

As doze imagens escolhidas para a iniciativa do calendário foram o anu branco (Guira guira), o biguá (Phalacrocorax brasilianus), o martim pescador verde (Chlococeryle amazona), o socozinho (Butorides striata), o martim pescador pequeno (Chlorocelyle americana), o sabiá do banhado (Embernagra platensis), o biguatinga (Anhinga anhinga), a garça branca grande (Ardea alba), o príncipe (Pyrocephalus runibus), a coruja buraqueira (Athene cunicularia), o pica-pau do campo (Colaptes campestres) e o caracará (Caracara plancus).

O levantamento sobre os pássaros foi realizado com o uso de programas especiais como Quantum GIS, Fragstats e o teste KruskalWallis, que trabalham com a relação entre a cobertura arbórea do entorno e a presença de avifauna nos parques urbanos.

Dessa maneira, o trabalho original não apenas estimula a observação de aves nos parques como também reforça o trabalho de conservação de mananciais de água desenvolvido pela DAE e pela Prefeitura.

Além das pesquisas, Renan integrou o Grupo dos Observadores de Aves de Jundiaí e também é um dos maiores colaboradores nos esforços que colocaram o município como um dos destaques na boa colocação local no maior portal do gênero do Brasil, o Wiki Aves, onde 297 espécies de pássaros foram registradas em Jundiaí.

 

Publicada em 06/02/2015



Rodovia Vereador Geraldo Dias, 1500
Vila Hortolândia - Jundiaí - SP ver no mapa
Telefone: (11) 4589-1300
Prefeitura de Jundiaí
DAE Jundiaí | Desenvolvido por CIJUN