Arquivo de Notícias

ANA apresenta regras e condições de uso da água para usuários das bacias PCJ

A Agência Nacional de Águas (ANA) e o Departamento de Águas e Energia Elétrica de São Paulo (DAEE) definiram em reunião realizada no Ciesp Jundiaí, nesta quinta-feira (18), o texto final de resolução que define a restrições de captação de água em mananciais das bacias dos rios Camanducaia, Jaguari e Atibaia, como forma de reduzir impactos no Sistema Cantareira.

 

Esta resolução conjunta ANA/DAEE estabelece dois estados (alerta e restrição), identificados a partir das vazões apuradas nos rios Camanducaia, Jaguari e Atibaia. O estado de restrição obrigada a redução de 20% na outorga de captação de água.

 

Segundo o diretor de mananciais da DAE, Aray Martinho, Jundiaí, que capta 1.200 litros de água do Rio Atibaia, poderá optar entre reduzir 20% deste volume ou desligar as bombas de captação nos horários de pico (das 18h às 23h). “Neste primeiro momento, nada muda. Tudo vai depender do quanto vai chover em janeiro, na Bacia do Rio Jundiaí-Mirim, que é nosso principal manancial nas épocas normais”, disse. “Vamos continuar o monitoramento de vazões.”

 

Aray ressalta que a participação da população no uso consciente da água é de extrema importância para que o município continue com o abastecimento equilibrado. “Se houver redução de consumo, menor o impacto.”

Esta reunião em Jundiaí é a continuação dos encontros ocorridos nas bacias PCJ nos últimos meses para debater o uso da água na região, que passa por uma situação atípica de escassez de chuvas.

Publicada em 19/12/2014



Rodovia Vereador Geraldo Dias, 1500
Vila Hortolândia - Jundiaí - SP ver no mapa
Telefone: (11) 4589-1300
Prefeitura de Jundiaí
DAE Jundiaí | Desenvolvido por CIJUN