Arquivo de Notícias

Água em pauta na DAE S.A.

A cidade de Jundiaí, a primeira em saneamento básico segundo o Instituto Trata Brasil, debateu nesta segunda-feira, na DAE S.A.., o tema água inserido em diversas áreas como saúde, saneamento básico e indústrias.

O diretor presidente da DAE, Wilson Roberto Engholm, lembrou que a cidade se antecipou à importância do uso racional da água e possui plano de saneamento para os próximos 50 anos. “Em um país onde 50% de sua população não conta com saneamento básico, Jundiaí conseguiu, nos últimos 20 anos, oferecer este serviço satisfatoriamente para o município.”

Atualmente Jundiaí coleta 98% do esgoto e trata 100% destes esíduos (na área urbana).

O prefeito Miguel Haddad também participou da abertura do Fórum e ressaltou a importância do debate sobre os recursos hídricos e o papel do município na prática das ações voltadas a esta temática: “Jundiaí é uma cidade comprometida com a qualidade de vida e o bem estar da população. Além disso, relacionar a água e o saneamento à saúde é fundamental, pois esta questão, quando bem desenvolvida, reflete positivamente no dia a dia e no futuro da população”.

Na abertura também estiveram secretários municipais, além do jornalista Sinval de Itacarambi (diretor e editor responsável da Imprensa Editorial), e Luis Pannuti Carra (diretor da Companhia Saneamento Jundiaí).

Após a solenidade de abertura, com autoridades da cidade, o renomado biólogo Christopher Eppig fez a conferência de abertura do VI Fórum Água em Pauta.

Para jornalistas e representantes de Ongs de Jundiaí, da Capital e de outras cidades do Interior de São Paulo, o americano abordou os resultados de um estudo que mostra a relação de doenças infecciosas com o QI de populações de baixa renda em países pobres. “Foram feitos dois estudos. O primeiro já foi publicado, o segundo será daqui a dois meses”, disse.

Christopher Eppig, que participa do programa de pós-doutorado em Biologia na Universidade do Novo México, nos Estados Unidos, explicou que sua pesquisa basicamente envolve a nutrição e a distribuição de energia no corpo. “Se a pessoa tiver com um nível muito afetado de parasitas no corpo (caso de populações mais baixas como as da África), as calorias consumidas não chegam adequadamente ao cérebro, o que afeta o QI do indivíduo.”

Depois de explicar sua teoria, ele respondeu a diversas perguntas da plateia.

O auditório da DAE recebeu também a pesquisadora da FAPESP e Universidade de São Paulo (Faculdade de Direito), Carolina Mota, a Secretária de Saúde de Jundiaí, Tania Regina Gasparini Botelho Pupo; a coordenadora de Comunicação do Instituto Trata Brasil, Milena Serro e José Luiz Proença, da Agência Universitária da Eca, da USP. Eles apresentaram dados do saneamento básico em Jundiaí e em outras regiões do País.

Ainda nesta segunda-feira, o Fórum abordou o tema “Indústria e Água -Água e produção industrial: estamos preparados para crescer com sustentabilidade?”, com participação de Reinaldo Canto, colaborador da Envolverde e colunista de Carta Capital, Alexander Fortin, líder da linha de negócios da AECOM Water no Brasil e do editor-chefe do Jornal Bom Dia Jundiaí, Eduardo Cerioni. Um dos assuntos levantados neste painel foi o desafio da imprensa com esta nova visão de sustentabilidade. “Todos nós deveríamos nos preocupar com este assunto. Qualquer matéria pode ter esse viés da sustentabilidade”, disse Reinaldo.

O Fórum Água em Pauta é uma realização da DAE S.A. em parceria com a com a Imprensa Editorial e prossegue nesta terça-feira (22) – Dia Mundial da Água, no auditório Planeta Água, na sede da empresa, em Jundiaí. O evento prossegue nesta terça-feira, conforme programação abaixo, e terá transmissão simultânea pelo site www.portalimprensa.com.br/forumaguaempauta ou www.tvdae.com.br .

PROGRAMAÇÃO

TERÇA-FEIRA

8h – Visita monitorada (para grupo de jornalistas convidados)

11h – Coffee receptivo

11h30 – Painel III – Conservação dos Mananciais e Políticas Públicas

A fonte: como monitorar a qualidade dos mananciais e discutir, nos meios de comunicação e jornalismo, as políticas públicas de preservação ambiental dos mananciais, procurando novas formas de financiamento, divulgação e conscientização sobre a finitude dos recursos hídricos e a importância de resguardar os rios, os aqüíferos, lagoas, riachos e córregos.

Dan Robson

Um dos responsáveis pela expedição do projeto Flutuador do Rio Tietê, veiculado pelo SPTV (Globo, São Paulo), com o objetivo de monitorar a qualidade da água do manacial

Marússia Whately

Arquiteta e Urbanista, Coordenadora do projeto “De olho nos mananciais” do ISA – Instituto Sócio Ambiental

Junior Ruiz Garcia

Pesquisador da Unicamp e bolsista do Centro Celso Furtado sobre cobrança do uso de água para financiamento de bacias hidrográficas

Jaderson Spina

Secretário de Planejamento e Meio Ambiente de Jundiaí

Moderador: Sidney Mazzoni

Editor chefe Jornal de Jundiaí

*13h30 – Intervalo Almoço*

15h00 – Conferência de Encerramento: Planeta China: Terra, Água e Alimentação

Como a China busca resolver o problema da alimentação de 1 bilhão e meio de habitantes em 2025?

Jayme Martins

Overchina e ex-China Radio International e correspondente do Estadão na China

Sinval de Itacarambi Leão

Diretor IMPRENSA Editorial

Publicada em 21/03/2011



Rodovia Vereador Geraldo Dias, 1500
Vila Hortolândia - Jundiaí - SP ver no mapa
Telefone: (11) 4589-1300
Prefeitura de Jundiaí
DAE Jundiaí | Desenvolvido por CIJUN