Arquivo de Notícias

Jundiaí é a primeira cidade da região a oficializar a entrada no Consórcio PCJ

Jundiaí é a primeira cidade da região a oficializar a entrada no Consórcio PCJO Consórcio Piracicaba, Jundiaí e Capivari foi fundado em 1989, sendo que a Bacia do rio Jundiaí foi incorporada em 2000, mas a primeira cidade da bacia a aderir oficialmente foi Jundiaí, por meio da DAE S/A. A assinatura do termo de adesão aconteceu na manhã da quinta-feira (6), na sede da empresa e contou com o presidente da DAE, Eduardo Santos Palhares, Superintendente, Eduardo Pereira, Presidente do Consórcio e Prefeito de Itatiba, José Roberto Fumachi, Secretário Executivo do Consórcio PCJ, Dalto Fávero Brochi, Coordenador Geral da Agência das Águas, Francisco Lahoz e diretoria da DAE.

O Consórcio PCJ é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos, que atua na recuperação e gestão dos recursos hídricos. A organização é composta por 40 prefeituras municipais e 29 grandes empresas situadas na região das bacias dos rios Piracicaba e Capivari. Desde 2000, quando acrescentou ao estatuto a bacia do rio Jundiaí como sua área de atuação, o Consórcio buscava a adesão de prefeituras ou empresas da região.

Palhares explicou que o trâmite para o ingresso da empresa está ocorrendo há algum tempo e que é um grande prazer que a cidade esteja nessa briga. “Temos que atentar para a questão de água na nossa região e pensar muito no futuro. O Consórcio poderá ajudar a região a vencer alguns desafios na gestão dos recursos hídricos como o fomento ao tratamento de esgoto de municípios acima e abaixo de Jundiaí. O Consórcio nos apoiará também com experiências promovidas em outras cidades como em educação ambiental e redução de perdas”, destacou.

O Diretor de Operações, Milton Takeo, disse que o momento é de união em prol dos recursos hídricos. “As cidades precisam começar a preocupar-se com o tratamento dos seus esgotos, implantação de emissários, para não terminar de poluir as águas que ainda temos”. Takeo também abordou a questão sobre a poluição no rio Jundiaí. “Precisamos recuperar o rio o quanto antes, mas para isso cidades como Campo Limpo e Várzea também precisam colaborar não jogando grandes volumes de cargas poluidoras em seu leito”, afirmou.

José Roberto Fumach falou sobre a importância da adesão da empresa. “Não tínhamos oficialmente representantes da bacia do rio Jundiaí. O Consórcio já tem 19 anos e está numa maturidade muito grande e nasceu da necessidade de discussão dos recursos hídricos”.

“Essa adesão significa uma nova etapa para o Consórcio, pois é um voto de credibilidade de Jundiaí, que está acreditando em nosso projeto de despoluição e recuperação da região. Ao entrarmos na bacia do rio Jundiaí, inserimos nesse debate mais de 800 mil pessoas, quase 20% dos habitantes das bacias PCJ”, avaliou o prefeito de Itatiba e presidente do Consórcio PCJ, José Roberto Fumach.

O Coordenador Geral, Francisco Lahoz afirmou que a assinatura é um motivo para muita felicidade. “Estamos oficializando uma parceria que já acontece há anos. Jundiaí é vista por nós como um exemplo de gestão de recursos hídricos e que sempre cumpre os acordos firmados. Sabemos também que o município tem grande preocupação com as cabeceiras da bacia”.

Além do tratamento de esgoto a DAE também tem intensificado a fiscalização de construções irregulares nas áreas de proteção a mananciais, hoje são 101 processos de ações demolitórias em andamento.

O superintendente Eduardo Pereira lembrou que Jundiaí, antes mesmo de oficializar a adesão ao Consórcio já foi contemplada com recursos do Fehidro (Fundo Internacional de Recursos Hídricos) para a construção das estações de tratamento de esgoto nos bairros Fernandes e São José. “Essa ação vai beneficiar as cidades que estão à juzante de nós e na Bacia do rio Capivari, de onde nem fazemos a captação”, afirmou.

Histórico – O Consórcio PCJ foi fundado em 13 de outubro de 1989 como resultado de uma ampla mobilização regional envolvendo a sociedade civil organizada e o poder público da região na luta pela recuperação dos recursos hídricos. A organização nasceu com 12 prefeituras associadas e logo conquistou a adesão da maioria dos municípios das bacias dos Piracicaba e Capivari e de empresas como Petrobras, Unilever e Sabesp.

A base do trabalho da organização está na conscientização de todos os setores da sociedade sobre a problemática dos recursos hídricos da região, no planejamento e no fomento às ações de recuperação dos mananciais como tratamento de esgoto, combate às perdas de água, reflorestamento ciliar e educação ambiental voltada à gestão dos recursos hídricos.

Publicada em 06/03/2008



Rodovia Vereador Geraldo Dias, 1500
Vila Hortolândia - Jundiaí - SP ver no mapa
Telefone: (11) 4589-1300
Prefeitura de Jundiaí
DAE Jundiaí | Desenvolvido por CIJUN