Arquivo de Notícias

Novo padrão de ligação de água inicia em janeiro de 2007

A partir de 1º de janeiro, somente a DAE fornecerá o NOVO PADRÃO DE LIGAÇÃO DE ÁGUA. Os hidrômetros comprados até 31 de dezembro deste ano também continuarão sendo aceitos, porém mediante comprovação da data por meio da Nota Fiscal.

Atualmente, o usuário que pede uma ligação de água tem um custo de aproximadamente R$400,00 referentes à tarifa de serviço da DAE, custo do hidrômetro comprado em casas de materiais de construção, mais conexões e mão-de-obra. A partir de janeiro, com o NOVO PADRÃO DAE DE LIGAÇÃO DE ÁGUA o usuário terá vários benefícios, além de um custo menor. Tanto a caixa de proteção padrão contendo cavalete, hidrômetro padrão e conexões como a instalação e mão-de-obra especializada serão fornecidos e executados pelas equipes da DAE, o que também confere mais segurança aos moradores, pois os funcionários estarão uniformizados com identificação e crachá da empresa.

Ao fazer o pedido na DAE, o usuário já levará para casa a caixa de proteção padrão contendo todos os acessórios necessários. O hidrômetro padrão e personalizado com logo DAE será instalado pela equipe especializada DAE quando for feita a ligação definitiva de água. Segundo o diretor superintendente da DAE, Eduardo Pereira, “Só serão aceitos hidrômetros fora do padrão desde que adquiridos até o dia 31 de dezembro de 2006, porém será obrigatória a apresentação da nota fiscal do equipamento”, lembra Pereira

Novas construções devem atender NOVO PADRÃO DAE DE LIGAÇÃO DE ÁGUA

Em 2007, todas as novas construções e pedidos de troca do hidrômetro deverão atender as normas da empresa, caso contrário o serviço não será realizado. “A caixa de proteção padrão é entregue no ato do pedido e a instalação será concretizada quando a equipe for ao local, dentro dos prazos previamente estabelecidos”, comenta Pereira.

NOVO PADRÃO DAE DE LIGAÇÃO DE ÁGUA: mais segurança e menor custo

O novo padrão consiste numa caixa protetora padrão em chapa, com dois registros, na qual a entrada e saída de água são pré-definidas e o hidrômetro padrão que ficará lacrado, é frontal e facilita a leitura mensal. A caixa de proteção padrão deve ser instalada numa altura mínima de 60 centímetros do piso, com a grade voltada o lado externo da edificação, assim a manutenção e o acesso ficam sob responsabilidade da DAE, como já acontece hoje.

O novo equipamento tem um visor diferenciado que facilita a leitura do consumo, melhorando inclusive o trabalho dos leituristas, que hoje, em muitos locais, enfrentam várias dificuldades para conseguir realizar a leitura devido às péssimas condições dos hidrômetros, cuja vida útil é de aproximadamente 10 anos.

O padrão determina que o aparelho deve ficar voltado para a rua, protegido por uma chapa de aço com orifício para a leitura. Essa facilidade garante segurança aos moradores, que não precisarão mais se preocupar com o dia em que o leiturista passará para conferir o consumo. Isso vai evitar a ação de vândalos, a violação e furto de hidrômetros e a diminuição de vazamentos.

Tubulações e conexões modernas

As tubulações e conexões rígidas, em PVC, usadas atualmente, serão substituídas por materiais flexíveis e mais resistentes confeccionados em PEAD (Polietileno de Alta Densidade), diminuindo substancialmente a possibilidade de vazamentos.

O PEAD é um material mais flexível, mas que mantém as mesmas características mecânicas do PVC. Pereira explica que a instalação da mangueira em PEAD é mais prática e conseqüentemente mais rápida de ser executada.

O custo total desse serviço será R$ 266,83, bem abaixo dos aproximadamente R$ 400,00 que o usuário gasta atualmente.

Publicada em 10/11/2006



Rodovia Vereador Geraldo Dias, 1500
Vila Hortolândia - Jundiaí - SP ver no mapa
Telefone: (11) 4589-1300
Prefeitura de Jundiaí
DAE Jundiaí | Desenvolvido por CIJUN